Notícias

Skip Navigation LinksHome > Notícias > RADIALISTA ASSASSINADO NA BAHIA É O QUARTO ESTE ANO NO BRASIL
segunda-feira, 27 de agosto de 2018

RADIALISTA ASSASSINADO NA BAHIA É O QUARTO ESTE ANO NO BRASIL


O radialista Marlon de Carvalho Araújo, de 37 anos, foi assassinado no dia 16 de agosto dentro de sua casa em Riachão de Jacuípe (BA. A polícia suspeita que o motivo seja o trabalho do profissional, que era bastante agressivo nas suas falas.

De acordo com testemunhas, Araújo estava sozinho quando quatro homens invadiram sua casa e o mataram a tiros. Não há registro de roubo no imóvel e nenhum suspeito foi preso até o momento.

Araújo havia passado pelas rádios Gazeta e Jacuípe e no último ano postava vídeos noticiosos em seu perfil no facebook. Era conhecido por “vídeos polêmicos de denúncias”, geralmente envolvendo autoridades locais.

No dia anterior a sua morte, Araújo postou um vídeo em que prometia revelar em breve o nome de um vereador que supostamente havia sido espancado por um agiota e entregado uma motocicleta pertencente à Câmara Municipal para pagar uma dívida. Influente e popular na cidade, ele não tinha limite na hora de fazer denúncias.

O radialista é o quarto comunicador assassinado no país este ano. Em janeiro, foram assassinados os radialistas Jeferson Pureza, no Estado de Goiás, e  Uelinton Brizon, de Rondônia, e em junho foi morto Jairo de Souza, no Pará. Além desses assassinatos, o radialista Hamilton Alves sobreviveu a uma tentativa de assassinato em Jaru, em Rondônia. Ele foi atingido por cinco tiros disparados por dois homens em uma motocicleta. Em julho, três vereadores do município de Governador Jorge Teixeira foram presos como suspeitos de terem mandado matá-lo.

A associação latino-americana dos Repórteres Sem Fronteira se manifestou pedindo que as autoridades brasileiras reforcem a proteção dos jornalistas, especialmente daqueles que tratam de temáticas ligadas à política local e à corrupção.

 

Fonte: Blog Jornalismo nas Américas

 


Seminário Reforma Trabalhista e Negociação Coletiva

assista o vídeo
.
.