Notícias

Skip Navigation LinksHome > Notícias > INFLUÊNCIA NA CONSTRUÇÃO DO CONSELHO DE COMUNICAÇÃO E NA SECOM
quinta-feira, 29 de junho de 2017

INFLUÊNCIA NA CONSTRUÇÃO DO CONSELHO DE COMUNICAÇÃO E NA SECOM


O SINTERP/BA, nas suas últimas gestões, teve influência direta na construção da SECOM (Secretaria de Comunicação) e do Conselho de Comunicação do estado.  Através de discussões entre várias representações sindicais se constituiu uma Frente Baiana de Comunicação que previa a necessidade de ter uma secretaria  específica para falar de comunicação, o que não existia, pois tudo estava atrelado a Agecom (Agência de Comunicação).  O governo, que utilizava muito a comunicação para a divulgação da sua  plataforma de mandato, não tinha uma secretaria específica  que fosse responsável por isso.  Com a implantação da SECOM, uma das exigências foi a contratação de profissionais devidamente habilitados para ocupar esse espaço.  “Diante de tudo isso, fomos fieis responsáveis pela construção do Conselho de Comunicação Estadual (primeiro e único do país), uma das propostas tiradas na Conferência Nacional de Comunicação de 2009 que tinha como meta principal a implantação das secretarias de comunicação nos estados e os Conselhos, objetivando a democratização da comunicação.”, declarou Everaldo Monteiro.  Ele acrescentou que o sindicato é representante nato titular  e acompanha  as discussões bem como as deliberações.  O próprio coordenador já representou o SINTERP/BA por dois mandatos e agora o diretor Daniel Levy está nessa vaga. Everaldo esteve no FNDC (Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação) também por dois mandatos, de 2012 a 2016 e esteve à frente da FITERT por três mandatos, dois como Secretário de Registro Profissional e, neste último, como vice-coordenador.

 

 

 


GREVE GERAL

assista o vídeo
.
.