Notícias

Skip Navigation LinksHome > Notícias > DEZ ANOS DE NEGOCIAÇÃO COLETIVA SEM NENHUMA PERDA
quinta-feira, 29 de junho de 2017

DEZ ANOS DE NEGOCIAÇÃO COLETIVA SEM NENHUMA PERDA


Nos últimos dez anos, os índices alcançados pelos  diretores do SINTERP/BA nas negociações coletivas  foram iguais ou superiores ao INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor). Confira:

Ano  -   INPC   -   Índice de Reajuste

2006 -  4,85%  -  8,00%

2007 -  2,93%  -  4,00%

2008 -  5,36%  -  5,50%

2009 -  6,43%  -  6,50%

2010 -  4,36%  -  5,20%

2011 - 6,30%  -  8,76%

2012 - 4,88%  -  6,00%

2013 - 7,16%  -  7,00%

2014 -  5,81% -  7,00%

2015 -  8,34% -  9,00%

2016 - 9,83%  - 9,91%

Enquanto outros estados do Brasil sofriam perdas nas negociações ou ficavam  sem conseguir fechar um acordo satisfatório, a Bahia sempre teve reajustes  que repuseram as perdas com a inflação, muitas vezes proporcionando ao trabalhador, ganho real, ou seja, aumento de salário acima da reposição da inflação. Somos um estado vitorioso pelos bons negociadores que tivemos nas últimas gestões.

NEGOCIAÇÕES DE JUAZEIRO

Juazeiro se diferencia de todas as praças do interior na questão econômica. O reajuste dos profissionais dessa cidade é conquistado em separado da capital. Na cidade que margeia o Velho Chico, existe um ACT (Acordo Coletivo de Trabalho), no qual se discute a questão econômica mantendo a Convenção Coletiva de Trabalho. O piso salarial de Juazeiro é mais baixo que o de Salvador, porém mais alto que o das demais cidades do interior. Isso é fruto de muita luta dos trabalhadores de Juazeiro, que deveriam ser imitados pelos colegas de todas as localidades interioranas. O piso para as funções regulamentadas em 2016 era de R$ 1.139,24 e para as demais funções era de R$ 923,53. Os salários superiores aos pisos foram reajustados em percentuais equivalentes a 10%. O quinquênio era de R$ 88,60 e o valor mínimo para pagamento de gravação de comerciais era de R$ 48,00. Os funcionários que atuam na Web TV receberam reajuste sobre o salário base com resultado  equivalente a R$ 221,00. Em 2013 o índice de reajuste salarial foi de 7,5%. Em 2014 foi 7% e em 2015 foi 9%. Inúmeras vezes, Juazeiro se mobilizou contra os patrões por um reajuste salarial mais justo, conquistando vitórias.

 

 

 


Seminário Reforma Trabalhista e Negociação Coletiva

assista o vídeo
.
.