Notícias

Skip Navigation LinksHome > Notícias > PLATAFORMA VIRTUAL DE COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
segunda-feira, 27 de maio de 2019

PLATAFORMA VIRTUAL DE COMBATE À VIOLÊNCIA DOMÉSTICA


 

Para ajudar as mulheres vítimas de violência a conseguirem atendimento sem perderem o anonimato, a Câmara lançou o Projeto Glória, uma plataforma de inteligência artificial. A iniciativa é da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e o projeto foi idealizado pela professora da Universidade de Brasília Cristina Castro-Lucas.

O objetivo, segundo ela, é garantir o acesso a informações ao maior número de mulheres possível. Cristina reuniu empresas das áreas social e de tecnologia e criaram a robô Glória por meio de interfaces inteligentes e de autoaprendizagem, a partir de um conjunto de algoritmos capazes de evoluir com interações em linguagem natural com o usuário.

Por meio de experiências de interação com uso de inteligência artificial, os usuários poderão vivenciar comportamentos e atitudes de uma pessoa real. A robô Glória entenderá os fatos abordados e identificará soluções para a quebra do ciclo de violência contra mulheres e meninas.

A intenção é alcançar mais de 20 milhões de pessoas, e gerar relatórios com segmentação por faixa etária, local, dados socioeconômicos e padrão de ocorrências. Esses dados poderão subsidiar políticas públicas voltadas para o combate da violência contra mulheres. O Projeto Glória pode ser acessado experimentalmente pelas redes sociais Facebook e Instagram pelo perfil @eusouagloria. Em 2017, foram registradas 221.238 denúncias de violência doméstica contra mulheres. As mortes consideradas feminicídio somaram 1.133 casos. O potencial positivo da plataforma é a interatividade que ajuda essas mulheres vitimas de violência a identificar as agressões sofridas. Em muitos casos é difícil identificar os sinais de violência já que ela tem diferentes vertentes, psicológica, patrimonial, moral, física, sexual, e muitas destas mulheres que estão sofrendo violência não se sentem à vontade para relatar as agressões com outras pessoas. A plataforma conta atualmente com 1.797 seguidores no Instagram.

 

REPRODUÇÃO : Agência Câmara Notícias

 


Seminário Reforma Trabalhista e Negociação Coletiva

assista o vídeo
.
.